Karina Kuschnir

desenhos, textos, coisas

Setembro/2018 e Nossas histórias

10 Comentários

set2018_p

“Quero que minha história seja ouvida porque acredito
que podemos criar um mundo melhor se aprendermos
a vê-lo sob diferentes perspectivas.
Diversidade é força; a diferença nos ensina.
A minha história é a sua história.
Esse é o foco que precisamos: conexão.”
(trechos de Hannah Gadsby: Nanette)

Sempre que publico um texto sinto-me num certo limbo, misto de vazio e carne-viva. Terminar artigo, tese, capítulo, até trabalho de curso… Vocês já passaram por isso, né? É como se largássemos uma parte nossa no mundo, que não nos pertence mais. Dá um medo. Na semana passada, essa sensação foi forte.

Então vieram as palavras de vocês. Fiquei emocionada e não consegui responder… Talvez aqueles choros não fossem apenas dos seus donos, mas também meus, de todos nós. No sábado, cada comentário que chegava me fazia chorar um pouco também, aquele tipo de lágrima que não sabemos se é triste, se é feliz, se é o quê. Mas a Hannah explica: é conexão.

Sentir que nossas histórias são ouvidas é o que nos motiva, comove, emociona.

Desculpem o silêncio…

Espero que continuar escrevendo e desenhando seja uma forma de retribuir tantos carinhos e gentilezas que recebo de vocês.

Aí vai Setembro e aqui está o .pdf em alta resolução para imprimir.

Precisei fazer um desenho mais simples esse mês, apesar de ser um dos meus preferidos do calendário. Eu queria ter nascido em Setembro para não ter tanta crise de identidade — sou leonina mas me sinto uma virginiana convicta! (E ainda é o mês da minha avó querida, que dia dez faria 104 anos.)

7 Coisas impossivelmente-legais-bonitas-interessantes-hilárias-ou-dignas-de-nota da semana:

♥ Assistimos e amamos: Hannah Gadsby: Nanette, disponível na Netflix. Sem palavras para elogiar o suficiente. Fun fact (como diz a Alice): quando eu era pequena, e já tinha desistido de ser menino, meu sonho era me chamar Hannah.

♥ Para ouvir enquanto desenha: o podcast Art for All dessa semana, com o Danny Gregory falando sobre as delícias e dificuldades de se fazer um diário de viagem com desenhos, aquarelas e mapas.

♥ Para quem está começando na aquarela: uma listinha de vídeos no YouTube com tutoriais bem fáceis de acompanhar.

♥ Li numa newsletter simpática que assino, do blog Vida Organizada: “ninguém disse que eu preciso ser perfeita. Falho como todo mundo. O que estou me permitindo é me sentir menos culpada e aceitando mais que as coisas simplesmente são como são, no momento, e está tudo bem.” (Thais Godinho)

♥ Comecei a seguir no Instagram: a ilustradora polonesa Gosia Herba. Adorei a paleta de cores dela e suas várias ilustrações divertidas (muitas com meu tema favorito: livros).

♥ Para quem quiser acompanhar: estou postando no meu stories do Instagram as imagens do projeto de pintar todos os dias que estou fazendo com base no livro “Learn to Paint in Watercolor with 50 Paitings”, de Wil Freeborn.

♥ Ah, esqueci de divulgar aqui o resultado da doação do livro da Cleonice: apenas três pessoas se inscreveram e o escolhido foi o Pablo Rodrigues! Vou combinar com ele a entrega; e semana que vem anuncio mais um livro!

set2018_id

Sobre o desenho: Paleta de cores inspirada numa bolsinha (tipo necessaire) que ganhei há muitos anos da minha tia Hanny, que usa uma igual (sinto que estamos sempre conectadas por isso!). Adoro como a combinação de cores estranhas (cinza, bege, rosa, laranja e verde escuro) produz uma coisinha tão gostosa de se ver (foto abaixo).

lesportsac_p

Tentei achar os tons certos, mas meu desenho ficou muito mais vermelho do que o original (e acabei acrescentando um azul para não ficar natalino!). Fiz as linhas com uma Pigma Micron preta 0.2, e colori com lápis-de-cor.

Ah, um alerta para quem estiver pensando em investir em lápis-de-cor de qualidade: não comprem os Prismacolors! São macios e com cores intensas, mas a maioria dos meus está toda quebrada por dentro. A embalagem não protege cada lápis individualmente… não sei se os meus quebraram na viagem da compra (há muitos anos). Cada vez que vou usar me irrito de vê-los desaparecer no apontador! Recomendo os Polychromos, da Faber-Castell.

Até semana que vem, amores. ♥

Você acabou de ler “”
Setembro/2018 e Nossas histórias
“”, escrito e ilustrado por Karina Kuschnir e publicado em karinakuschnir.wordpress.com. Se quiser receber automaticamente novos posts, vá para a página inicial do blog e insira seu e-mail na caixa lateral à direita. Se estiver no celular, a caixa de inscrição está no rodapé. Obrigada! ☺

Como citar: Kuschnir, Karina. 2018. “”
Setembro/2018 e Nossas histórias””, Publicado em karinakuschnir.wordpress.com, url: https://wp.me/p42zgF-3Hz. Acesso em [dd/mm/aaaa].

10 pensamentos sobre “Setembro/2018 e Nossas histórias

  1. – adorei a dica do youtube
    – amo o vida organizada, sigo fielmente
    – Gosia Herba, melhor indicação! ja comecei a seguir. No Brasil, gosto muito da Brunna Mancuso. Outra que amo é a Maggie Cole Draws

  2. Querida Karina, sinto isso. Amanhã é minha defesa de dissertação. Seus textos do blog aplacaram muitas de minhas angústias e me trouxeram serenidade diante dos desafios vividos.Estou sentindo esse vazio, passa um filme em minha mente com todos os sujeitos que conheci e que transformaram minha vida para melhor depois da etnografia. Obrigada e continue sempre nos brindando com sua perspectiva lúcida e perspicaz da vida acadêmica!

    • Que bonitas palavras, Beatriz, muito obrigada! Espero que sua defesa tenha sido linda!! Que surjam aprendizados e crescimento nos seus caminhos! Obrigada por compartilhar sua energia tão positiva e gentil. ♥♥♥

  3. Oi, Karina! Li sua publicação anterior com lágrimas nos olhos, mas o coração quentinho. É muito bonito quando conseguimos escutar a vida ao nosso redor, ainda que sejam choros. Há choros que só precisam ser ouvidos. Ia deixar um comentário, mas acabei não voltando, então fica aqui o meu registro de agradecimento por ter compartilhado aquelas histórias a sua prória.
    Um abração!

  4. Muito fofo!! Adorei!! Beijos, Mamãe

  5. Viva a Karina amada! Viva a bolsinha estético-afetiva! Vivam todas as ilustrações da Karina! E viva o Juva da Karina!
    Amo muito tudo isso! E amo muito esses dois!

  6. Bom dia Karina, quero lhe agradecer imensamente pela indicação do filme Hannah Gadsby:Nanette. Comovente, forte e belo. Obrigada! Carol.

  7. Teu desenho da bolsinha que ganhaste da tua tia Hanny é isto: “… diferentes perspectivas”. É bonito, e parece que estamos mesmo diante de uma bolsinha viva, com profundidade nas cores e profundidade nos afetos: estético-afetiva. Viva a tua ilustração! E que vivam todas as tuas ilustrações!

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s